Capítulo Único

Quer mais Café? #Microcafé

Capítulo Único

Era a segunda vez que discutiam nesta semana. Na primeira, ele esqueceu de tirar os sapatos enlameados da chuva, deixando um rastro no piso cor de nuvem da sala. Hoje, a esposa acordara reclamando de seu incessante ronco.
 Tão alto quanto a pisada de um elefante, ela dizia.
O som do tique-taque do relógio costumava passar despercebido, entretanto o silêncio pairava sobre a mesa do café da manhã, tornando cada batida semelhante ao Big Ben.  Nem o bolo de cenoura com cobertura de chocolate parecia ser suficiente para adoçar o clima entre os dois.
— Quer mais café? — apenas desejava ouvir a voz melodiosa de sua amada novamente.
— Por favor. — suspirou. Não conseguia ficar irritada com ele por muito tempo.
O amor é doce, porém às vezes pode deixar-lhe com um amargor na boca, mas o importante é não o deixar esfriar.
Ela precisava de duas xícaras de café, e ele de um beijo para começar bem o dia. O beijo? Só ganharia quando aprendesse a tirar os calçados sujos antes de entrar em casa.
Após sessenta anos juntos, o marido já deveria saber disso.