01. perdão

Sempre Seu Idiota, James

01. perdão


Querida Amelia,

Eu sei que você provavelmente quer rasgar esta carta em pedacinhos, queimar todos os restos e me dar um belo chute na virilha, mas me ouça. Ou melhor, leia-me, porque esta é uma carta do tipo me-perdoe-por-favor-com-cereja-em-cima.

Tudo o que posso dizer sobre semana passada é que eu sinto muito. O que mais você quer que eu diga? Eu tentei ligar e mandar mensagens, mas aparentemente é mais fácil bater um papo com o Papa do que com você. Se eu mandar uma carta ao Vaticano, pelo menos tenho certeza que vou receber uma resposta.

Já que você está me ignorando, decidi seguir pela rota tradicional: escrever esta carta e enfiar debaixo da sua porta para dizer que eu sinto muito. De novo. Pela milionésima vez.

Você sempre disse que eu era estúpido. O melhor amigo idiota do seu irmão mais velho. Bem, acho que você estava meio certa nessa. Eu sou idiota e estúpido, mas não acho que seu irmão queira ser meu melhor amigo depois do que aconteceu semana passada. Assim como você, ele não atende minhas ligações. Acho que ele ficou meio... puto com a história toda. Dá para entender.

É. Acho que esse é o meu grande talento: foder com tudo.

Eu não quis envergonhar você, mas tomei muito champanhe e as coisas meio que... aconteceram, sabe? Todo mundo à minha volta parecia feliz, todo mundo dizia de novo e de novo como aquele dia era importante para você, como você estava linda — e feliz — e eu me senti... sei lá. Me senti deslocado. Tipo o Rasputin quando ele vai ao palácio amaldiçoar os Romanov naquele desenho que você tanto gosta de assistir.

Eu estaria mentindo se dissesse que estava feliz por você, e admito que usei o champanhe de graça como uma desculpa barata para esquecer todo mundo. E você. Principalmente para esquecer você e aquele vestido idiota que você usava tão bem.

Estou escrevendo isto para dizer que eu sinto muito. Que eu nunca faria aquilo de propósito, para atingir você. Que você é importante para mim, e que... que eu... bem, você sabe, Amelia.

Sinto muito. De novo.


Sempre seu idiota, 

James.


P.S.: A propósito, seu vestido de noiva era lindo. Quase perfeito, eu diria. Branco é uma cor que cai muito bem em você.

02. começo