Amare

O Segredo dos Sonhos

Amare

Quando eu tinha seis anos adorava comprar sonhos de uma senhorinha que morava perto da escolinha onde eu estudava. Eram os melhores sonhos que eu já comera na vida, e todos que compravam achavam o mesmo.

Certo dia, enquanto entrava na casa da senhora, que eu já não me lembro o nome depois de tantos anos, lembro de ouvir uma mulher que estava saindo dizer que devia ter algum ingrediente especial que ela trazia da Itália, já que ela era de lá. Passei dias pensando naquilo, pois eu queria que ela me desse um pouquinho para que mamãe pudesse sempre fazer para mim igualzinho o dela.

Tomei coragem e resolvi perguntar.

– Amare, mia bambina. Amare – Dissera ela depois de uma doce risada.

– Amare... – Testei o som – E onde eu encontro isso? – Lembro-me de perguntar.

– Ah, está em todo o lugar. E o melhor é que se pode usar em tudo! – Respondera ela simplesmente.

Sai de lá decidida a encontrar o tal "amare", mas como todas as crianças logo me esqueci do nome do ingrediente e mais depois da história toda.

Alguns anos se passaram, eu já mudara de escola, a senhorinha já havia morrido e o mistério do ingrediente secreto dos sonhos já estava há tempos esquecido. Mas foi quanto, em uma aula experimental de italiano, ouvi aquela palavra mais uma vez, seguida da sua tradução e não pude contar um sorriso e uma lágrima rolar.

Sim, a senhorinha estava certa. Amare, amar. 

O segredo dos sonhos é o amor.