Capitulo Único

Mais um Natal

Capitulo Único

Todos os anos eu agradeço aos céus pelo Chico abrir sua padaria no Natal e em qualquer feriado que seja. Sim, pois eu não sou ninguém sem um bom café pela manhã. E qual seria o melhor café da região? Com certeza o do Chico. Eu já pensei muitas vezes em me mudar, mas esse bendito café não me deixa partir.

Como sempre eu estava sozinho apreciando meu expresso. Até que chega uma sujeita que vai se acomodando ao meu lado.

- Dá licença moço, posso me sentar com você e fingirmos que somos amigos? Sabe, não existe nada mais deprimente do que estar sozinho numa manhã de Natal.

Fiquei sem reação e como ela já foi logo sentando e fazendo seu pedido acabou que quando me dei conta já estava íntimo de uma estranha.

Nunca me senti deprimido por estar sozinho no Natal ou em qualquer data que fosse, mas confesso que naquele momento estava feliz por ter uma companhia.

Senti o coração mais aquecido e uma alegria estranha. Achava que era o café, mas quando não permiti que ela fosse embora tinha certeza de que aquele não seria mais um Natal a base de cafeína e solidão.