A Garota no Bar - Degustação

A Garota no Bar

A Garota no Bar - Degustação

 As consequências da insônia de repente lhe recobraram o sentido e Shura teve que reorientar o olhar antes fixo no celular, fitando o elevador que se abria em duas camadas de vidro escuro. Perdera a contagem das horas conforme o sono se desintegrou noite adentro, o que a fez receber a manhã lá fora com um humor nada otimista. Com o cigarro pendendo entre os lábios e um “bom dia” engasgado dado às pressas aos policiais do hotel, soprou a fumaça calçada adentro, até chegar ao tubo de ônibus onde uma fila de passageiros crescia – para seu pânico e de muita gente sonolenta por ali.

Os carros buzinavam cedo e as notícias da madrugada já carregavam boa parte do assunto entre as pessoas inquietas. Enquanto uns preferiam permanecer acompanhados das músicas em seus fones de ouvido, outros tinham apreço pela amizade feita à toa durante o aguardo do transporte. A garota se encaixava bem no primeiro grupo, contudo, havia esquecido em casa os fiéis companheiros de batalha de seu celular velho. Teria que cantarolar consigo mesma, ou apenas focar o campo de visão nos outdoors que guiariam o trajeto do ônibus biarticulado pelas canaletas iluminadas, mas o medo de fechar as pálpebras não lhe assegurava em nada que aquilo seria uma boa ideia.

O sono poderia voltar, mas Nova Avalon não a deixaria dormir.


O conto 'A GAROTA NO BAR' agora integra a antologia #OrgulhoDeSer da RICO EDITORA! Com lançamento no dia 5 de Agosto na Bienal do Livro de São Paulo! Em breve mais informações de como adquirir o seu exemplar.